Sócio de Vicente e Feijó assina memorando com BDA

Spread the love

O Xeique dos Emirados Árabes Unidos (EAU), Ahmed Dalmook Al Maktoum assinou nesta segunda-feira em Luanda, um memorando de entendimento com o Banco de Desenvolvimento de Angola, cujo objectivo anunciado, é estimular o sector agrícola nacional, através da colocação anual de mais de três mil tractores e alfaias agrícolas no mercado anualmente.

A linha de montagem está instalada na Zona Económica Especial Luanda-Bengo e a sua construção resulta de um investimento do xeique.

Este é o primeiro passo do homem de negócios que pretende construir também uma fabrica de fertilizantes e pesticidas.

O papel do BDA no negócio é financiar os empresários que desejarem adquirir estes meios, revelou o ministro da Economia e Planeamento, Sérgio Santos.

“O BDA paga 100% a fabrica ou os agentes da fabrica e aquele que beneficiou do crédito paga ao BDA em prestações”, explicou o governante.

Em Dezembro de 2019, Maktoum assinou alguns memorandos de entendimento e comprometeu-se a investir cerca de dois mil milhões de dólares americanos em sectores como energia e agricultura.

Ahmed Dalmook Al Maktoum, membro de terceira linha da família real dos Emirados Árabes Unidos, que já se encontrou várias vezes com o Presidente João Lourenço e com outros membros do seu governo, tem seu negócio assegurado por altas individualidades do regime angolano.

Fonte bem posicionada, revelou ao Confidence News, que através de Ahmed Dalmook Al Maktoum, (seu testa de ferro), Manuel Vicente está a investir, parte do dinheiro que guardou no exterior, especialmente na Nigéria e Angola.

Associado a dupla, está o jurista Carlos Feijó, figura muito influente no MPLA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial